Quinta-feira, 27 de Março de 2008

"assim... se vê... a força do pc"

(RTP) Assembleia da República: PCP vota sozinho contra condenação da violência no Tibete

 

É impressionante os argumentos que estes senhores, defensores das liberdades e dos direitos, conseguem encontrar sempre que toca a ir de encontro às ditaduras comunistas.

Desta vez e "orgulhosamente sós" (onde é que eu ouvi isto!?), até os "melancias" * do PEV ("Os Verdes") tiveram que deixar os camaradas sozinhos, tal a falta de... vergonha.

O texto votado e aprovado, foi proposto pelo CDS-PP e ao qual se associaram o PS, PSD, CDS-PP, BE , PEV e o Governo, mais a deputada Luísa Mesquita (expulsa do PCP), que foi aplaudida pelas restantes bancadas ao optar por se associar ao voto. Francisco Louçã afirmou que votaria a favor "em nome dos valores da esquerda", defendendo que "a liberdade religiosa é a primeira liberdade".

Preocupa-me seriamente que se continue por este país a acreditar nestes "facciosismos ditatoriais de uma esquerda enganadora", pelo meu Alentejo com mais gravidade...

Esta foi pior que a defesa de que, "a Coreia do Norte é uma democracia" ou a de pensar em comunismo, quando se vê a Soraia Chaves nua, apenas porque o autarca retratado lhes calhou em sorte.

 

* fruta ou... "coisos e coisas" verdes por fora e vermelhas por dentro!

 

Alentejanices...: ,
António José Ramos às 09:58
link | diz lá tu
4 comentários:
De Manuel a 31 de Março de 2008
Só um reparo final.
Podemos gostar ou não deste partido ou daquele mas uma coisa todos nós e cada um deveria fazer: Pensar sobre as coisas. Senão pode-nos acontecer o mesmo que ao Albino. E alguém ressabiado começa a não dizer coisa com coisa...
De . a 1 de Abril de 2008
Pois é Manuel, ressabiado, isso chamam os comunistas a quem por qualquer motivo deixou de partilhar as vossas opiniões. Junto aos ressabiados o Carlos Brito, Zita Seabra, Manuela Mesquita, entre muitos outros estes tambem são ressabiados ou abriram os olhos a uma aplicação do Marxismo no seculo XXI enquanto outros estão no seculo XIX . Depende de onde pomos o ( I ) mas veja lá Manuel que existe uma diferença de 200 anos.

Comentar post

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...