Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006

José Saramago "fascista" (?)...

O escritor José Saramago, afirmou que "chegou a hora de fazer a minha confissão...", esta revelação , feita ao jornal brasileiro Estado de S.Paulo , acrescenta "Eu pertenci à juventude salazarista, que se chamava Mocidade Portuguesa. Pertencíamos todos: alunos da instrução primária, do ensino secundário, do ensino superior, todos sem excepção. Era, por assim dizer, automático”.

Então permita-me dizer que "não pertencia", mas sim "fazia parte"...

Este tema fará parte da sua autobiografia, de nome "As pequenas memórias" e eu, entrando um pouco no jogo "editorial", afirmo:

Porque será que isto me cheira a simples e pura promoção?

António José Ramos às 10:45
link do post | diz lá tu
6 comentários:
De Nova Classe a 10 de Novembro de 2006 às 11:49
Há uma nova classe de profissionais que finalmente começam a ser questionados e que antes eram "detentores de TODO O SABER": OS PROFESSORES.
Estes (maus) exemplos começam a sentir na pele aquilo que durante anos e anos produziram - má escola - má formação - maus alunos - maus profissionais. (Voltaram à escola onde anos antes tinham sido maus .... alunos) O resultado está à vista. Assim que lhe começaram a "mexer nos machinhos" fazem GREVE. Finalmente aprenderam que também são questionáveis......
De Pedro Soeiro a 10 de Novembro de 2006 às 20:13
Para ouvir na Antena Sul
CF Estremoz-Oeiras em Hóquei em Patins
95.5 ou 104.7 ou online em futebolalentejo.blogspot.com
18 horas - sábado
De lumife a 11 de Novembro de 2006 às 19:41
Ora viva compadre. Permito-me discordar do título do seu post pois a ser assim haveria toda uma geração fascista só por pertencer à mocidade portuguesa... o que era obrigatório como bem sabe.

Um abraço
De António José Ramos a 12 de Novembro de 2006 às 11:27
Eu sei compadre, daí a razão do meu post... como é que ima pessoa supostamente intelkigente se dá ao luxo de passados todos estes anos vir dizer que foi fascistas a não ser por uma questão de promoção de algo.
Não fui eu que disse que já fui fascista, foi mesmo o José Saramago, como tal, eis a razão do título, era mesmo para questionar que ele não foi, teve de ser...
Um abraço para si...
De nikonman a 3 de Dezembro de 2006 às 16:23
O homem precisa de fazer sempre alguma propaganda para vender os seus livros.
De Viriato a 6 de Abril de 2009 às 10:58
Saramago foi um fascista automático, depois um social-fascista por opção, e finalmente um vendilhão da Pátria, um castelhanóide, por coração. Deitei ao bidão da reciclagem tudo o que tinha em casa desse desgraçado.

Comentar post

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...