Sexta-feira, 20 de Maio de 2005

OLIVENÇA - Dois Séculos de usurpação

Em 20 de Maio de 1801, passam hoje 204 anos, a «Nobre, Leal e Notável Vila de Olivença» foi ocupada militarmente pelos exércitos de Espanha. Iniciou-se a colonização e a espanholização de um território onde, desde sempre, florescera a cultura portuguesa. Impediu-se o contacto de Olivença com o resto do país, escondeu-se aos oliventinos a sua origem, a sua história, a sua cultura, castelhanizaram-se os nomes, proibiu-se o uso da língua portuguesa. O processo de colonização, aculturação e espanholização, necessariamente apoiado na força e na repressão, encontrando a resistência surda dos oliventinos, continua ainda nos nossos dias. Portugal e a cultura portuguesa defrontam-se com a ocupação e o sequestro de uma parte de si. A língua portuguesa - a pátria de Fernando Pessoa! - encontra-se diminuída na sua universalidade. Aqui, à nossa beira, em Olivença. Em contraponto, também hoje, comemora-se o segundo aniversário da República Democrática de Timor Leste, proclamada em 20 de Maio de 2002. No outro lado do Mundo. Tal como Timor Leste afastou o ocupante estrangeiro e iniciou a construção do seu próprio Estado, reservando à língua portuguesa uma particular importância, também Olivença obterá Justiça, resgatando a sua História e a sua Identidade, reencontrando-se com a Cultura e a Língua de Camões e de Pessoa! Contra o silêncio e a indignidade, um passo por Olivença! texto enviado pelo Grupo dos Amigos de Olivença...
Alentejanices...:
António José Ramos às 23:08
link do post | diz lá tu

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...