Terça-feira, 7 de Junho de 2005

Legalidade versus Moralidade - parte I

Esta história das reformas já... enjoa e enoja..., porquê?

Porque já é assim há muito tempo e parece que só agora é que estes "barões" começaram a comer...

Tou como o outro, olha se isto fosse só sobre o shôr Alberto João....

Desde o 25 de Abril que este tipo de reformas tem vindo a ser implantado para alguns grupos de portugueses de 1ª e mal dos que não conseguem entrar nessa elite...

Eu só questiono o vasto rol de discursos que tem vindo a público, referindo que "tudo está dentro da Lei", blá, blá, blá...

PORRA!

É claro que está dentro da Lei, mas quem é que disse o contrário, o "Zé Povinho" fala é de MORALIDADE ou IMORALIDADE, que é coisa que a maioria dos nossos políticos desconhece.

É imoral dar este tipo de reformas por tão pouco tempo...

É imoral ter agentes da PSP junto das casas particulares dos Ex-Presidentes da República, em vez de andarem a cumprir a sua missão na rua...

É imoral nomear os "BOYS" e os que ficam de fora das listas autárquicas depois de ter sido apregoado que não haveria uma enxurrada como dantes, ouvi mas não acreditei que até o Sr. Engº Nuno Cardoso (ex-presidente da CM Porto) vai para o Instituto da Água!!!

É imoral andar o nosso Primeiro a dizer que tem de ser, etc. etc. mas não se mexe nos direitos adquiridos ( e a plateia diz "NÃÃÃÃÃÃÃO" e ele diz "SIIIIIIIIM" como aos meninos na escola, esquecendo-se que nós também tínhamos adquirido alguns direitos antes da "crise") e depois anda o seu "capataz" para as autárquicas em plena campanha eleitoral a dizer que tudo vai ser feito e que a culpa é no Santana,etc.etc. É que nós tínhamos adquirido o direito de ter mais algum onde gastar e agora cada vez menos, também tínhamos adquirido o direito de ter o IVA mais baixo e agora ele sobe.

Estes são alguns exemplos de como o nosso dinheiro é esbanjado, é por estas coisas deve começar o combate ao déficit.

Conto-vos uma história da nossa Assembleia da República:

Aqui há alguns anos, havia uma Lei que só os "íntimos" dos nossos Deputados sabiam, quem tinha mais que "TRÊS" dioptrias, tinha direito a um subsidio por incapacidade ou deficiência para o exercício das suas funções e para os seus gastos e declarações de impostos... Só que a Liberdade também tem os seus contras e um jornal da altura de nome "Tal & Qual" publicou tal história e como já todos os portugueses poderiam começar a usufruir de tal direito, pasme-se, ela deixou de ser Lei e benefício....

Isto para dizer que, infelizmente há sempre uns que são mais portugueses que outros...

Viva Portugal (a Selecção) porque o outro vai continuar a engordar só para um lado... 

Alentejanices...:
António José Ramos às 12:19
link do post | diz lá tu

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...