Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

"Estremozices"

A pedido de várias familias, aqui vai:

Depois do "desafio" lançado em editorial pelo Hugo Cortes (director do ECOS) para que este lago passasse a chamar-se "eu, tu e o Gadanha SUJO..." - coisa que jamais faria sobre um local estremocense, claro está. Não é que alguns não o mereçam, não os locais mas as pessoas responsáveis (aquelas que passam...).

Mas não, este espaço e este vosso amigo fica-se mesmo pelas chamadas de atenção e os alertas pelos meios possíveis para que as coisas sigam um melhor caminho... mas chega de conversa e vamos a umas quantas "gadanhadas"... e antes que outros o façam... é verdade estamos em fase de pré-campanha eleitoral e pronto... estamos!

"Amigo Hugo... Está na cara que o dito lago foi limpo... ou quase, não porque este blog fosse mudar de nome mas sim... está claro que o "ciência na rua" ía a banhos e parecia mal o pessoal sair de dentro desta minha água cheio de alismos e sujidades assim como que dependuradas nas belas tranças ou a enfeitar os trapitos!"

"Tive a oportunidade de passar pelo Rossio no Sábado de "ciência na rua" e sinceramente para o ano, eu próprio se pudesse, em lugar de interditar os carros em certas zonas apenas após as 13h00 seria logo após as 00h00 e até final do evento! Tenham vergonha e parem de criticar quando não se faz e depois quando se fazporque se fez, aliás duvido que neste momento, outra cidade (pronto e Vilas também!) consigam colocar à disposição da população aquilo que Estremoz proporciona, em termos culturais! Aproveitem!"

"Fui à "Formosa" (passe a publicidade que não precisa, a ver pelas senhas de vez que se tiram para o tradicional bica e pastel de nata) e o meu pequeno quis um "salgado" (que o puto é mais de petiscos que de doces)... quando terminou de o comer com satisfação e já na rua, descuidado, e desde logo corrigido, "deixou" cair para o chão o que restava do guardanapo e quando interpelado pelo seu zeloso pai, EU, pela beleza das ruas da sua terra para que o apanhasse e colocasse na papeleira eis a resposta:

- "Mas pai, o caixote do lixo tá estragado (e o lixo caído - ndr) e as ruas estão tão sujas!"

Ora toma adulto para aprenderes, vá lá que sai sempre uma resposta do tipo "nós não somos iguais aos outros" mas que custa, custa!

Para quando uma cidade de novo branca e limpa, é a pergunta que se impõe!"

"Termino com mais um grande cartel de Corrida de Touros em Estremoz... ups!, mas na praça desmontável com a centenária e linda em fundo... HAJA VERGONHA e já agora... atenção às promessas sobre este assunto e também aqui transcritas em tempos não muito distantes...

Irra, é que... "até no Redondo a praça já serve outros eventos"!"

Gadanhadas para todos os gostos e que doam a quem tiverem que doer... eu por exemplo...

 

(in eu, tu e o Gadanha... EST@REMOZ aqui... "Gadanhadas" de 17/07)

 

Alentejanices...: , ,
António José Ramos às 20:21
link do post | diz lá tu
6 comentários:
De andre cabaço a 22 de Julho de 2009 às 01:01
venho aqui escrever, para anunciar o meu blog, tenho 16 anos, e peço conselhos ou opinioes ou criticas para que me ajudem a ter um bom blog.
http://andrecabaco.blogspot.com/
De Anónimo a 22 de Julho de 2009 às 19:02
A Ganda Tozé, mesmo ao longes mandas-lhe uma bicadas. Subscrevo por baixo.
Estás na profissão errada. Devias ser jornalista, ou quem sabe! politico.
De António José Ramos a 22 de Julho de 2009 às 23:40
Oh meu caro amigo eh eh eh...
Jornalista ainda houve tempo que o escolhi como objectivo de futuro mas a "vida" não deu para tal... e assim, felismente que ainda cheguei ao tempo de existirem estas novas ferramentas onde podemos colocar os nossos desabafos!... já quanto ao "quem sabe! politico"...
"Ganda Amigo" que tu és... não obrigado! de certeza que o jeitinho por aqui para tal "profissão" não abunda!
E não são "bicadas" são antes e mais preocupações com a "linda terra" que fez o favor de ser a minha!
Obrigado
De António José Ramos a 22 de Julho de 2009 às 23:42
ups... "FELIZMENTE"...
De Sertório Azedas a 29 de Julho de 2009 às 15:48
Sobre o descaminho de azulejos e elementos arquitectónicos de edifícios históricos designadamente do concelho de Estremoz, recomenda-se a consulta ao site americano da actividade comercial do, até á pouco tempo, presidente da Associação Portuguesa de Antiquários (APA), onde se pode observar um inacreditável catálogo de peças desses géneros, actualmente á venda nos E.U.A. (e só do estabelecimento de Palm Beach pois as peças mais valiosa estão expostas em Manhattan).

http://www.solarantiquetiles.com/

Não obstante não duvidar da licitude desta actividade, que não ponho em causa, é pertinente interrogarmo-nos sobre quantas destas exportações definitivas de património histórico-artístico com mais de cem anos, é que foram solicitadas, e autorizadas pelos serviços competentes do Ministério da Cultura ?

Antiquário que até presta serviços de consutadoria á PJ no programa "SOS Azulejo" (?).

http://mais.uol.com.br/view/7945qmbpogar/tradicionais-azulejos-de-lisboa-sao-cada-vez-mais-roubados-0402306ECC916326?types=A&

Antiquário que, por alegada mediação de um "testa de ferro", indivíduo de etnia cigana comerciante de antiguidades com loja em Borba, financiou a aquisição de um prédio junto ao lago de Saturno (Gadanha!) http://www.pbase.com/diasdosreis/image/73999998 (o que se pode ver á esquerda na foto) onde laborou até ao final dos anos 90 um comércio tipo drogaria, para poder desmontar os inumeros painéis de azulejos figurativos do século XVII de rara e excepcional execução, que retirou clandestinamente da escadaria e das salas do primeiro andar sem autorização do município.

Painéis que no mercado de antiguidades atingiram um valor três vezes superior ao preço pago pelo prédio ! Que lhes custou cerca de 35.000 contos, incluindo os 8.000 contos pagos aos drogistas pela "chave" do negócio.

Tendo também retirado a escadaria de mármore e respectivos arcos decorativos para os vender a outro comerciante de antiguidades e proprietário da leiloeira Palácio do Correio Velho, de Lisboa, que hoje se encontram instalados numa quinta em Sta. Eulália junto da barragem de Campo Maior. Prédio que hoje em dia e sem conhecimento das entidades camarárias (Obras Particulares e Protecção Civil) se encontra escorado deficientemente no interior, e em risco de ruir devido á falta da escadaria e dos arcos que sustentavam algumas paredes mestras.

Peças antigas que há cerca de duas décadas são sistematicamente furtadas em Portugal por catálogo e por encomenda, nomeadamente fontanários e igrejas nas zonas rurais do concelho de Estremoz, por elementos de uma organização criminosa internacional, constituida por bandos de gatunos operacionais, de etnia cigana, e seus associados italianos e dos Países Baixos, que os organizam e distribuiem a mercadoria ilícita pelo mercado mundial. Indivíduos sobejamente conhecidos das autoridades judiciais nacionais, e internacionais, e que estranhamente não são eficazmente combatidos. Sendo classificados de um "grupo de ladrões ainda não identificado" !

http://sic.aeiou.pt/online/video/informacao/Reportagem+Especial/2009/1/sospatrimonio.htm

Faz-se entretanto pesquisa na net, designadamente na Ebay, para alegadamente cumprir e explicar o desempenho de funções, onde se detectam azulejos avulso, produto da pequena delinquência, e "esquece-se" o impune "comércio a grosso" das obras de arte valiosas.

http://video.msn.com/video.aspx?mkt=pt-br&vid=6f951fda-f648-4302-a426-462c531a269d

http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/roubo-de-azulejos-em-portugal-ameaca-patrimonio-historico-040262DCC16366?types=A&

Cumprimentos
De Sertório Azedas a 29 de Julho de 2009 às 15:53
Existem rumores a circular no meio antiquário de Estremoz, que já foram realizadas tentativas de extrair dezenas de outros painéis, estes do século XVIII do Palácio Tocha em frente do quartel militar local, http://www.estremozmarca.com/index.php?it=302&lang=1 ,que no mercado são muito mais valiosos do que o preço pago pelo actual proprietário por todo o edifício !

Cada um daqueles painéis http://www.flickr.com/photos/biblarte/with/2668731167/ ,pode render hoje em dia entre 50.000 a 75.000 €.

Sei que esse edifício foi adquirido pelo senhor José Bernardo (Joe Berardo !) pela quantia de cerca de 100 000 contos, e quando esse senhor é um dos maiores coleccionadores mundiais de azulejos, e quando o referido ex-presidente da APA é um dos seus maiores fornecedores, o qual com a cooperação do cigano de Borba, na altura que compraram o prédio da drogaria tentaram também comprar os painéis, ou o próprio palácio á familia Fonseca o que não concluiram devido ao preço muito superior então pedido, por isso não é de excluir que a intenção principal da sua aquisição por um homem que já mostrou não respeitar a verdade histórica do património nacional, nos episódios da remoção para a Madeira de uma janela Manuelina de Castelo Branco, e na destruição dos jardins da Quinta da Bacalhoa, em Azeitão, fosse a alegada desmontagem dos painéis de azulejos.

http://www.berardocollection.com/?toplevelid=33&CID=101&lang=pt

Avulso cada azulejo figurado do século XVIII custa em conjunto com outros e formando alguma imagem, em média cerca de 100 euros. Painéis religiosos e épicos de grande dimensão e emoldurados chegam a custar 75 000 euros (ver preços no site americano), por isso é só somar o seu número, e pode-se perceber que a aquisição desse palácio por 500 000 euros foi uma pechincha.

Há algumas garantias de que todos os painéis ainda ali existem ? Atenção muita atenção !

Na ocasião das negociações de compra do palácio que falharam, o cigano ainda convenceu os anteriores proprietários a venderem-lhe uma fonte de repuchos e taças em mármore da mesma época, que em tempos existiu no exterior das traseiras, e que tinham desmontada para não se danificar desde que alugaram o espaço.

A Câmara Municipal na pessoa do vereador da Cultura; a Assembeia Municipal; os serviços municipalizados competentes; a Junta de Freguesia de Sto. André; e o director do Museu Municipal, para além da PSP, já foram merecedores de identicas participações há cerca de duas semanas, não se tendo mostrado eficazes pois até ao momento as autoridades não procederam em conformidade !?

Cumprimentos.

Comentar post

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...