Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

" IBÉRIA'18 "

Organizar um "Mundial de Futebol" é e será sempre um grande negócio para a economia de um país. Os resultados e dividendos que resultam "à vista" são inúmeros e aqueles que vão resultando da imagem do país pelos anos seguintes faz parte daquele lucro que não se consegue contabilizar.

 

Só isto bastaria para fazer ver aos senhores que mandam, o quão importante se torna apoiar a iniciativa conjunta da FPF e da RFEF.

 

Para um país como Portugal e que ainda hoje tira dividendos do sucesso que foi o EURO'04, organizar o maior evento desportivo do mundo logo a seguir aos Jogos Olímpicos, é algo que não se deve descurar por nenhum sector do país, ainda mais quando as infra-estruturas existem e na altura ainda estarão dentro do seu prazo de validade aceitável. Sei que a divida dos estádios construídos também perdura por aí, sei que o investimento feito foi avultado, no entanto se já está feito, qual o problema? Ou não é nossa obrigação rentabilizá-lo ao máximo?

 

Com a saída da realização do "memorando" de entendimento entre as duas federações, logo houve quem desse tiros nos pés e outros mais inteligentes e com objectivos claros tornassem públicos os seus interesses claros no evento.

 

Não percebi o que quis dizer o nosso ministro das finanças com o não ser uma prioridade - algum de nós acha o contrário? - é claro que não é uma prioridade mas é um interesse importante a médio prazo. Veja-se pois a opinião do governo espanhol e tornada oficial - a organização ibérica de um mundial de futebol será apoiada pelos dois governos.

 

Tenho dito e está claro... "há alturas em que mais vale estar calado e não falar sobre certos assuntos. Sr. ministro das finanças de Portugal, se não acha uma prioridade, para quê estar a ocupar o seu tempo nas conferências de imprensa em Bruxelas com o assunto?"

 

Força Portugal e Espanha... façamos que o resto do mundo se sinta bem na "IBÉRIA 2018"

 

António José Ramos às 12:20
link do post | diz lá tu
1 comentário:
De Rádio Despertar a 22 de Janeiro de 2009 às 20:33
"À VOLTA DO ROSSIO" VAI DEBATER O PROBLEMA DE ÁGUA EM ESTREMOZ
O PASSADO, O PRESENTE O FUTURO...
Na próxima segunda-feira, dia 26, entre as 15 e as 17 horas, o problema da falta de água em Estremoz vai ser debatido no programa "À Volta do Rossio". Para este debate, foi convidado o presidente da Câmara Municipal de Estremoz, um representante de cada partido político com secção em Estremoz e Luís Mourinha, ex.presidente e candidato independente à Câmara Municipal de Estremoz.
Espera a Rádio Despertar, assim e dentro das sua competencias, contribuir para o esclarecimento total da problemática da água em Estremoz.
O programa irá para o ar no horário já anunciado, em directo, e terá repetição no mesmo dia entre as 22 e as 24h e na Terça 27 entre as 7 e as 10h da manhã.
Foram igualmente convidados, para assistir e realizar reportagem, os dois jornais com sede na cidade de Estremoz. Brados de Alentejo e Ecos.
Cumprimentos.
Radio Despertar

Comentar post

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...