Domingo, 2 de Novembro de 2008

"POSSO EXPILICAR"

Morreu comediante Badaró

 

Não posso deixar de lançar por aqui a minha homenagem a este HOMEM que desapareceu aos 75 anos e que deixou, para além dos sucessos na tv e na revista, uma "obra" e um EXEMPLO que suplanta todos os outros que não tiveram a mesma coragem.

 

Este brasileiro de nascimento e português por adopção, chamava-se Manílio Haidar Badaró chegou a Portugal em 1957 como elemento da companhia brasileira Fogo no Pandeiro.

Fixou residência e acabou por se naturalizar português, tendo trabalhado em teatro, rádio e televisão. Famoso por personagens como o "Chinezinho Limpopó" e ainda pela célebre expressão "Ó Abreu, dá cá o meu", Badaró estava a preparar uma festa para comemorar os 50 anos de carreira. "Quero fazer um espectáculo que reúna todos os meus amigos, no Parque Mayer ou no Maria Vitória", afirmou, um dia...

O corpo do humorista, depois da missa de corpo presente, foi entregue à Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, cumprindo-se assim o desejo de Badaró, que queria que o seu corpo fosse entregue à ciência.

 

A Portugal resta, que tudo faça para que se realize o seu desejo de, "FAZER UM ESPECTÁCULO QUE REÚNA TODOS OS MEUS AMIGOS..."

 

FAÇAM-LHE A VONTADE... e ofereçam-lhe a homenagem merecida dos portugueses, que mais não seja pelo seu último e maior sucesso! CURVO-ME...

 

Alentejanices...:
António José Ramos às 16:15
link do post | diz lá tu

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...