Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

uma vergonha de "praça" aos 104 anos

Vai para quase 4 anos que nos “meus” espaços refiro os aniversários da Praça de Touros de Estremoz e o estado de ruína que a vai destruindo a cada dia que passa. 

Hoje, quando se comemoram 104 anos (!!!) da sua inauguração, o Alentejanices... volta ao tema e desta vez com maior importância... a minha! 
Goste-se ou não da “festa taurina”, qualquer coisa deve ser melhor que ver ruir por si um “monumento” da história estremocense.
Este concelho sempre teve tradição na festa, sempre teve cavaleiros, sempre teve forcados, sempre teve bandarilheiros... e continua a tê-los, a diferença é que não podem fazer a sua “arte” na sua terra. Vergonhoso, acrescento eu!
 
Muito sinceramente, pouco importa neste momento apontar os culpados, que os há e que são muitos, alguns toda a gente sabem quem são, outros há que na escuridão do anonimato fazem a mesma coisa... destroem o que uns POUCOS deram à cidade vai para mais de 100 anos.
 
Desde promessas de reestruturação, recuperação e reaproveitamento até à vergonha suprema para a cidade , que se consegue transmitir aos visitantes, quando em pleno raio de visão se vê montar uma "praça desmontável" com a centenária em fundo (e assim a festa brava não desapareça de Estremoz)... brilhante... como conseguem e como deixam? é o que se escuta! Pergunta-se: "se existe a necessidade de instalar uma provisória, qual o motivo para que "umas birras" ainda não tenham deixado resolver o assunto da definitiva?"
 
Tenhamos vergonha e decidamos de vez para o futuro o que se quer daquilo... e que boa altura, quando se aproximam as eleições!
 
Recordo aqui e agora o arquivo sobre este assunto e o que por mim escrito desde 2005 por alturas dos aniversários... e fá-lo-ei mais vezes, sem data certa e enquanto houver uma pedra que me lembre que “AQUILO” foi, é e (espera-se) será a “nossa” PRAÇA DE TOUROS DE ESTREMOZ!
 
 
In Eu, tu e o Gadanha... EST@REMOZ aqui! (3 de Setembro de 2005, 2006, 2007 e 2008)

Faz hoje, 3 de Setembro, 104 anos que foi inaugurada a Praça de Touros de Estremoz.
 
Praça de Touros de Estremoz
     foto eu, tu e o Gadanha...
 
(Re)Construída sobre as ruínas da original Praça de Touros de Santa Catarina, deveu-se esta sua reaparição, à vontade expressa de inúmeros estremocenses, que após a sua conclusão e inauguração em 3 de Setembro de 1904 a deixaram em legado à cidade.
 
"Muitos anos de vida" à nossa praça, assim nós consigamos, mantê-la, preservá-la e merecê-la... é nossa há mais de 100 anos.
 
Só que passou mais um ano sem utilização e está com menos um ano para o fim.
São só 104 anos! mas também o que é isso para um concelho que tem tantos edifícios históricos...
 
No ano passado, aqui pelo Lago, escrevia-se assim:
 
Segundo as últimas informações ou opiniões (ainda não consegui perceber), estará para breve uma solução via câmara municipal, aliás, o Sr. Presidente da CME, afirmou em Janeiro deste ano ( dia 23 aos microfones da Despertar) que:
"herdámos um protocolo tripartido entre o Asilo, a Santa Casa e a CME para a recuperação a cargo da Câmara, como não há possibilidades financeiras, a Fundação Asilo propôs a devolução da Praça pois dispunha de parceria privada para a recuperação da mesma. Pensamos que o futuro e a exemplo de outras localidades com praças, passará pela parceria entre o Asilo e os privados, da nossa parte aguardamos a entrega do estudo pois a denúncia do acordo existente está feito"
 
Fico pelos parabéns à Praça e depois volto ao assunto.
 
-*-
 
In Alentejanices... (3 de Setembro de 2005, 2006 e 2007)
 
Praça de Touros de Estremoz

Faz hoje, 3 de Setembro, 103 anos que foi inaugurada a Praça de Touros de Estremoz.
 
 (Re)Construída sobre as ruínas da original Praça de Touros de Santa Catarina (inaugurada em 25 de Julho de 1878 e abandonada à ruína por mais de 20 anos), deveu-se a sua reaparição, à vontade expressa de inúmeros estremocenses, que após a sua conclusão e inauguração em 3 de Setembro de 1904 a deixaram em legado à cidade.
Só que passou mais um ano sem utilização e como parece que alguns quererão reeditar a história, só se pede que esta também renasça.
São só 103 anos! mas também o que é isso para um concelho que tem tantos edifícios históricos... ainda em Agosto, o jornal "Correio da Manhã" se referia a esta "Praça degradada".
 
00006qxw

   foto António José Ramos

 
Segundo as últimas informações ou opiniões (ainda não consegui perceber), estará para breve "MAIS" uma solução via Câmara Municipal, aliás, o Sr. Presidente da CME, afirmou em 23 de Janeiro deste ano aos microfones da "Despertar" que:
"herdámos um protocolo tripartido entre o Asilo, a Santa Casa e a CME para a recuperação a cargo da Câmara, como não há possibilidades financeiras, a Fundação Asilo propôs a devolução da Praça pois dispunha de parceria privada para a recuperação da mesma. Pensamos que o futuro e a exemplo de outras localidades com praças, passará pela parceria entre o Asilo e os privados, da nossa parte aguardamos a entrega do estudo pois a denúncia do acordo existente está feito"
Fico pelos parabéns à Praça e na esperança que as informações recentemente emitidas correspondam a uma verdadeira e eficaz solução para este "espaço multiusos" (ou que deveria ser!).
 
-*-
 
In Alentejanices... (23 de Janeiro de 2007)
 
Alentejanices... à volta do rossio
 
Depois de colocadas as questões ao Dr. José Alberto Fateixa, Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, as respostas foram elucidativas e bastantes promissoras... assim seja e se faça.

 

 

                             foto Rádio Despertar - Voz de Estremoz

 
No programa "à volta do rossio" coordenado pelo José Gonçalez , da Rádio Despertar - Voz de Estremoz, o Alentejanices... marcou presença e num breve apanhado (não corresponde ao discurso directo mas sim a uma recolha das principais ideias), eis as respostas ao colocado "por aqui":
Praça de Touros
"herdámos um protocolo tripartido entre o Asilo, a Santa Casa e a CME para a recuperação a cargo da Câmara, como não há possibilidades financeiras, a Fundação Asilo propôs a devolução da Praça pois dispunha de parceria privada para a recuperação da mesma. Pensamos que o futuro e a exemplo de outras localidades com praças, passará pela parceria entre o Asilo e os privados, da nossa parte aguardamos a entrega do estudo pois a denúncia do acordo existente está feito"
Alentejanices...:
António José Ramos às 00:01
link do post | diz lá tu
1 comentário:
De Cristina Ramos a 3 de Setembro de 2008 às 11:15
Realmente é uma grande pedra no sapato, é triste ver-se chegar mais um ano de festas na cidade, onde normalmente à sexta-feira por volta das 10h da noite chegava pessoal de todas as terras para assistir a mais uma grandiosa corrida de toiros na nossa praça, e se enchia... nunca a cidade tem (tinha) tanto movimento como nessa altura...
è lamentavel, triste ver a completa degradação da nossa praça...

Comentar post

ano X... por António José Ramos

correio para mim, é aqui
connosco

ESTREMOZ

Estremoz

escuta aqui a

Rádio Despertar - on-line

procura aqui...

subscrever feeds

Alentejanices...

todas as tags

há mais estas...